16 Julho 2010

 

Todas as ilhas do arquipélago vão estar ligadas por Cabo Submarino de Fibra Óptica em Junho de 2011.
Trata-se de um projecto que se enquadra na estratégia da CVTelecom de dotar Cabo Verde de infra-estruturas de telecomunicações que suportam todas os serviços e demandas dos clientes, a nível de largura de banda, qualidade, fiabilidade e capacidade.


O País dispõe actualmente de uma Rede de Fibra Óptica Submarina que interliga as ilhas do arquipélago, com excepção das ilhas do Fogo, Brava e Maio.


Com este projecto, orçado em cerca de 8,5 milhões USD, todas as ilhas de Cabo Verde passam a estar interligadas pela Rede Submarina de Fibra Óptica com todas as vantagens que esta tecnologia permite:
• Maior largura de banda
• Melhor qualidade
• Alta velocidade
• Maior capacidade
• Maior fiabilidade
• Oferta de novos serviços


Desde o lançamento do Cabo Submarino de Fibra Óptica inter-ilhas em 1997, esta é a segunda intervenção que a CVTelecom faz nessa rede, depois de em 2002 ter fechado o anel com um troço directo entre S. Pedro (S. Vicente) e Tarrafal (Santiago) e ter estendido o Cabo a Porto Novo (Santo Antão).


Este projecto reveste-se de grande importância para as comunicações e a economia das ilhas contempladas e de Cabo Verde em geral.